Todas as etapas de transporte têm sua importância, mas a last mile é aquela que conecta diretamente a empresa com o cliente final. É a etapa mais complexa, delicada e a que causa mais impacto na percepção do cliente sobre a qualidade do serviço prestado.

Dentro do processo de transporte logístico, existem 3 possíveis etapas na entrega de uma mercadoria:

First mile, ou primeira milha, é a primeira etapa no processo logístico e normalmente significa a etapa de transporte por navio porta-contêineres de mercadorias importadas de outros continentes. Muitas vezes diretamente de seus fabricantes.

Middle mile, second-mile ou milha intermediária, é a etapa onde os produtos são transportados normalmente via aérea ou rodoviária, dos portos e aeroportos, para os centros de distribuição.

Last mile ou última milha, é a etapa onde os produtos seguem dos centros de distribuição para o seu destino final, ou seja, o cliente.

Todas essas etapas são importantes e tem suas peculiaridades, todas são parte integrante do processo logístico e demandam cuidados. Porém, se por um lado, nas primeiras etapas é preciso lidar com longas rotas e prazos, grandes cargas e burocracias extensas, é na last mile onde se encontra o processo mais complexo, delicado e de maior impacto na relação da empresa com seus clientes.

Diferentemente da first mile e da Middle mile que são processos nos quais a empresa lida com fornecedores e rotas internas, a last mile é a etapa de transporte onde a empresa e o cliente se conectam diretamente.

Quando um cliente decide comprar um produto, a percepção dele é a de que o produto já se encontra no estoque da loja e precisa apenas ser entregue mediante a conclusão da compra, ou seja, para o cliente final. Ao falarmos de prazos, custos de entrega ou satisfação, do ponto de vista do cliente, estamos falando de last mile.

É na last mile onde o cliente acompanha sistemas de rastreio, considera prazos, valores de frete e julga se a empresa prestou ou não um bom serviço. Também é no sistema da last mile onde acontecem trocas, devoluções e envios de produtos em garantia.

A last mile demanda uma rede mais complexa e capilarizada de distribuição, é onde os produtos precisam ser processados individualmente e não mais em lote. Precisam chegar nos locais mais distantes, com maior cobrança. É a etapa que corre mais riscos de desvios e perdas e que apresenta os fretes mais caros. É onde saem os navios e aviões e entram os veículos utilitários e as motos. É onde o funcionário da empresa entrega a encomenda nas mãos do cliente.

Por isso que é de extrema importância para qualquer empresa investir em um processo logístico de last mile de alto nível. Através dele é possível estabelecer uma relação sólida e duradoura com seus clientes e garantir sua parcela de mercado.

A TRB é uma empresa de transporte que surgiu como uma empresa de entregas expressas e se tornou, em seus quase 30 anos de existência, em um operador especialista em last mile.