A gestão de peças sobressalentes, ou spare parts, é um processo determinante quando o objetivo é reduzir tempos de parada para manutenção e SLAs. Ter as peças necessárias o mais perto possível de seus centros de demanda pode ser um fator chave quando se tem essa necessidade.

A parada de uma máquina pode causar diversos problemas significativos, como: aumento de TCO, queda de ROI, baixa na produtividade, rompimento de SLA, entre outros. Com o objetivo de evitar esses transtornos, uma boa gestão de peças de reposição é fundamental.

Neste contexto, um fator é determinante: Tempo. A chave está em reduzir o tempo que uma máquina fica parada ao máximo possível. A gestão de peças sobressalentes precisa ser inteligente o suficiente para providenciar os componentes corretos no local onde eles são demandados dentro do menor prazo possível.

Este processo começa no local onde estas peças estão armazenadas. Deve-se evitar o que popularmente chamamos de “tem, mais tá faltando”. Nada adianta ter o componente correto se, para entregá-lo no local de manutenção, a empresa precisará de dias de transporte. Poder contar com as peças necessárias o mais próximo possível do local de utilização das máquinas pode fazer grande diferença na hora de retornar uma máquina a sua atividade produtiva.

Ao manter todas as peças em um grande centro de distribuição, a empresa ganha na logística de controle e em alguns custos, porém, costuma trabalhar com longas distâncias para entrega do material, fator que pode ser decisivo quando o tempo se apresenta como um coeficiente importante. Ter todas as peças disponíveis, mas precisar de um longo prazo para recebê-las significa que na prática elas não estarão acessíveis por dias. Esse tipo de processo pode ocasionar em equipamentos parados, sem produção, por igual prazo. Qual o custo disto?

Ao armazenar as peças em unidades de estoque menores e mais próximas das praças de uso o estoque descentralizado é uma solução que vem para trazer agilidade. Com ela é possível diminuir significativamente o tempo de disponibilização das peças necessárias e, portanto, o tempo de parada dos equipamentos, otimizando o processo de reparos, evitando a perda de tempo produtivo e custos desnecessários.

A TRB Transportes e Logística é uma empresa que possui uma divisão especializada em gestão de spare parts e estoques descentralizados próximos aos principais centros do país.